Páginas

Pro gasto





Não foi uma exibição de gala, mas nem precisava tanto. O Palmeiras conseguiu mais uma vitória e se manteve 100% na bagaça. De quebra ainda bateu o recorde de quase 90 anos. Não para poucos!


O Palmeiras começou muito bem o jogo, mas os que não conheciam o Mirassol ficou surpreso com belíssimo time que eles têm. Eu acompanho esses times do interior paulista e já espera um jogo duro e um empate sairia de bom tamanho. Ainda mais quando algumas peças não foram tão bem, como Edmilson e Cleiton Xavier. Calma cornetas. Eu não disse que eles foram nulo ou horríveis. Só disse que não foram tão bem, comparando-se os últimos jogos.


O Palmeiras jogou para o gasto e com inteligência administrou bem o jogo. Méritos para a experiência de um time inexperiente. Time, este que contou com uma ótima atuação do Diego Souza, que muitos cobram muito mais que a comanda pede.


Diego foi o maestro (Cleiton Xavier permitiu dividir o serviço hoje) dos três gols do Verdão. Fez um de falta e meteu duas pérolas para Keirrison (isso mesmo, mais um gol do garoto) e Jefferson (isso mesmo, você não leu errado) manterem a média de 3 gols por jogo. Que poderia ser maior se a trave não tivesse diminuído no chute do Lennysteroy.


Palmeiras dominou todo o jogo contou com duas eventualidades para ser vazado nos 2 gols do Mirassol. No primeiro contou com o desvio da barreira que enganou o Bruno e no segundo, este último bateu um péssimo tiro de meta que sobrou para o mano que arrancou e meteu caixa aos 47 e meio do segundo tempo. Antes que cornetem o coitado do Bruno, não se esqueçam que ele fez umas 3 defesaças que garantiram a vitória alvi-verde.


Agora é pensar no Paulista sábado para depois começar de vez a Libertadores contra a LDU. Só lembrando que o jogo de sábado será no Pacaembu, pois, o Palmeiras terá eleições do Conselho Deliberativo.


Aproveito para intimar os votantes para que não esqueçam o quão é importante a sua participação. As mudanças que levantarão a Sociedade Esportiva Palmeiras depois de anos na obscuridade ainda não terminaram. O processo ganhará mais um capítulo nesse final de semana e conta com sua particição.



Transforme o Palmeiras na grandeza que lhe cabe.

Ps.: Fotos by Terra

Olha o barraco...





Meninas, não é que o circo tá pegando fogo entre os gambás e as meninas alegres do Jardim Leonor. Que coisa, parece duas peruas brigando pelo último par de sapato da moda! Mas vejam pelo lado bom, o caráter bambi cai por terra mais uma vez. Aos poucos, os clubes do Brasil vão descobrindo do que esse timinho sujo é capaz.

Estava vendo o post anterior do Corneteiro com a notinha de ontem do time da Zona Leste, e tinha comigo que não poderia ficar melhor. Mas não é que a nota oficial de hoje do Andres quebrou qualquer espectativa.


Siga o relato logo abaixo e tenha atenção especial ao trecho final. É de bater palmas ao novo maior rival.

Eu disse maior rival, pois o inimigo acaba de ganhar outro.



Nota da Diretoria
Por Sport Club Corinthians Paulista
10/02/09 - 17h16


Em nota oficial, o SPFC alega ter informado oficialmente a Diretoria de Marketing do Corinthians sobre a decisão de alocar apenas 10% da lotação do Morumbi à Fiel.

Realmente, na sexta-feira, após já termos tomado conhecimento pela Imprensa da decisão, recebemos um telefonema do Marketing são-paulino, explicando que a designação de um lote da arquibancada visitante para uma empresa de cartão de crédito impediria o São Paulo de oferecer mais do que um número limitado de assentos naquela área.

Desde então, o Corinthians vinha mantendo contatos, tentando viabilizar o ingresso de mais torcedores corinthianos no clássico de domingo, procurando preservar o bom relacionamento entre os clubes.

Infelizmente, os esforços fracassaram. Ao impor um constrangimento desta dimensão à maior torcida de São Paulo, o SPFC rompe com uma tradição consagrada, que tanto contribuía para a beleza das partidas entre as grandes equipes.

A Diretoria de Marketing vem batalhando para que prevaleçam os princípios da lógica econômica na sua relação com os outros clubes. Mas estará sempre ao lado da Fiel, repudiando posturas elitistas de dirigentes arrogantes, típicas de times de pequenas torcidas, carentes, talvez, daquilo que abunda no Timão: o apoio irrestrito, a presença maciça da Fiel, em todos os momentos importantes de sua gloriosa História.

A carapuça começa a cair...





Os mequetrefes do Jardim Leonor estão aos poucos ficando sem amiguinhos para brincar. Depois da debandada de jogadores tirados a "força" do Atlético-PR, Goiás, Atlético-MG, Palmeiras, Santos, etc., o timinho "alegre" ganhou mais um "inimigo" nessa semana.

Depois de disponibilizar apenas 10% dos ingressos do clássico de domingo para a torcida gambá, o time do Andres emitiu uma nota oficial descendo a lenha (ui) no SPFW. Será que elas não aprendem que somente clássicos onde o estádio não seja do mandante é que se pode disponibilizar 50% para cada um. Se o estádio é seu, ele é do mandante, portanto, de alguma forma ajuda o time.

Caso contrário ele é neutro!


Que sirva de lição para o time da Marginal sem número: com essa gente não se faz negócios.

E olha que o Andres não foi tão políticos nas palavras. Foi o famoso toma-lá-dá-cá.


Pelo jeito os bambis vão ter que se aliar as forças do tinhoso para fazer negócios, isso se eles já não o fazem...


Nota Oficial – Ingressos Clássico

Por Sport Club Corinthians Paulista
09/02/09 - 15h59



É da tradição do futebol paulista a realização dos clássicos no estádio do Morumbi, notadamente Corinthians x São Paulo.

Em todas as oportunidades, as torcidas tinham acesso ao local de jogo mediante apenas a aquisição do ingresso, sendo a divisão do espaço executada pelo policiamento.

Surpreendentemente e abruptamente, nesta data, tomamos conhecimento que, aos torcedores do Corinthians, serão designados apenas 10% do total da carga de ingressos, rompendo, assim, antigo costume e por conseguinte a harmonia necessária que deve nortear a relação entre os clubes brasileiros, quiçá paulistas.

Assim, só nos resta lamentar a desastrosa decisão da diretoria são-paulina, cujo raciocínio simplista e egoísta pode causar anomalias irreparáveis ao público esportista.

Por derradeiro, cumpre informar que, doravante, mandaremos todos os nossos clássicos contra o São Paulo no estádio do Pacaembu, aplicando a mesma regra que nos é imposta neste momento.

À torcida do Corinthians, orgulho e razão maior de nossa existência, a nossa solidariedade e o desagravo.

Keirrison culpado pelas mortes em Gaza






Artilheiro verde motiva reinício dos conflitos em Gaza


Da Reuters – Na manhã dessa segunda-feira foi relatada por jornalistas que trabalhavam na região de Gaza a volta dos mesmos barulhos de mísseis e armas de fogo que eram ouvidos há algumas semanas atrás, antes do cessar-fogo anunciado por Israel. Ehud Olmert, premiê isralense, justificou a retomada dos bombardeios de maneira inusitada, pela comemorações do jogador brasileiro Keirrisson. “Estávamos todos reunidos, assistindo Palmeiras e Santos no domingo, porque aqui adoramos o Campeonato Paulista, quando vimos a bela cobrança de pênalti de Keirrisson – que, por sinal, sofreu mesmo o pênalti. O Fábio Costa é um goleiro muito violento. Enfim, logo depois vimos a apologia às metralhadoras do K9 e pensamos todos juntos: ´ei, se o Keirrisson gosta de metralhadoras, nós deveríamos também usá-las! Retomemos a Faixa de Gaza e liquidemos os palestinos!”


Os líderes do Hamas ainda não se pronunciaram sobre o assunto, mas habitantes da região também culpam Keirrisson pelos novos entreveros: “Se não fosse esse maldito mato-grossense, o mundo estaria em paz hoje!”.
Keirrisson marcou dois gols no domingo contra o time da Vila Belmiro, motivando mais de 550 mortes contabilizadas até o momento ao redor do mundo.


---------------------------------------------------------------


Contra a estupidez do Lance e dos comentaristas esportivos que não sabem distinguir uma metáfora de uma apologia. Se uma imitação de metralhadora for o problema, imagino as grandes confusões em que eles devem se meter em suas vidas profissionais e pessoais quando ouvem expressões como "artilheiro matador", "gol de bicicleta", "pimba na gorduchinha", ou até mesmo "rapaz, tô cansado p/ caralho", e, imaginem o pavor que experimentam quando ouvem: "Bicho, o Braguinha ainde vai te fazer tomar no rabo!"

Magnífico texto meu amigo Guilherme

Uma ótima semana






Carcamanos que outra excepcional semana para a nossa squadra. E não me venha com lenga-lengas do jogo dos bambis, aqui é Palmeiras porra. mas que fique registrado que elas ganharam roubado de novo. É lamentável!

O que esse time está jogando nos enche de orgulho e de satisfação como a anos não sentíamos. É fácil ver quando o time está ou não vontade de vencer, não é senhores de 2008!?

Na quarta-feira passada despachamos com autoridade o tal do Potosí. Pena que as condições sub-humanas daquele lugar não proporcionou ao Palmeiras uma melhor exibição. Mesmo assim Cleiton Xavier, Keirrison e todo o time voltaram da Bolívia com a vaga do grupo 1 da Libertadores. Que conta também com LDU, Colo Colo e Sport.

Por falar nessa praga de Ixport, chegou a hora de por esse timinho no lugar que ele merece. Quem eles pensam que são!? Depois do péssimo ano de 2008 no confronto com eles, temos que dar o troco em grande estilo. O problema não foi nem as derrotas de 2008, mas o tanto que esse timeco e sua torcidinha chiaram.

É hora da revanche!



Jogo do Fish


Malandro, falo sem pudor nenhum que os primeiros 30 minutos de jogo foram os melhores do Palmeiras nos últimos 5 anos. O que se viu foi um baile sem dó nem piedade no time praiano. Poderíamos ter virado o intervalo com pelo menos uns 5x0 no placar, sem maldade nenhuma.

Foi um primeiro tempo de brilho do trio ofensivo composto por Keirrison, Willians e Cleiton Xavier.

Esses caras estão jogando muita bola e na composição do resto do time, estão jogando um misto de ataque ultra-rápido com uma boa defesa. Esta última por sinal precisa de séria atenção. Não podemos dar o luxo de levar sustos com o Jéci e jogadas aéreas. Acredito que o zagueiro ainda possa render, se até o desacreditado Lenny mudou da água para vinho, quem sou eu para duvidar de uma redenção Jeciniana. Vontade, ele está tendo, certo!?

Por falar em Lenny que fase, hein! Até entrando no segundo tempo ele ta metendo caixa. Quem diria que o Lenny seria nesse momento o nosso artilheiro do Paulistão!?


Futuro do time

Confesso à alguns amigos que meu maior medo refere-se a reação desse time ao primeiro baque significante que ele venha a sofrer. Claro que invencibilidade não é para sempre. Uma hora ou outra nos perderemos (só não pode ser contra os Bambis e Gambás), e já aviso de antemão que preparem as orelhas e os olhos para o bombardeio da imprensinha nesse dia.

Esse time demostrou uma certa maturidade desde o primeiro minuto com a camisa alvi-verde, mas tenho receio que não seja suficiente para os desafios que virão para a frente. E nem venham com cornetagem, tenho o direito de sentir receio, pois AINDA não temos um time totalmente maduro. De qualquer forma eu e toda a torcida palmeirense estaremos apoiando em qualquer ocasião. Se já apoiamos times medíocres e sem vontade, esse terá total apoio se continuar jogando com tanta dedicação.



Keirrison, Willians e Cleiton Xavier

Tirando as comparações, o que joga esse garoto, hein!


Diego Souza

Está sendo muito importante para a movimentação e disposição do time. Só espero que a imprensinha e parte da torcida entenda isso.


Brunão

Tá dando uns sustinhos. É melhor da um jeito nesses fundamentos rapaz.


Lennysterooy

Virou matador. Jesus Maria José. Assim meu coração infarta de vez.


Pierre

Um leão em campo. Ainda bem que ele está do nosso lado. Falta justiça ao que joga e está jogando.


Chelsea

Que besteira fez o time londrino em mandar o Felipão embora. Teria é que mandar uma meia dúzia de vagabundos que estavam fazendo corpo mole por lá, não é senhor Drogba!

Ps.: Fotos by Lance


Para finalizar, segue um sagaz texto do Torero sobre o jogo de ontem. Abraço a todos e até mais...


O clássico de A a Z


Ah. Foi a expressão usada por palmeirenses e santistas depois do jogo. Mas os primeiros fizeram "Ah!" e os segundos, "Ah..."

Baile: É o que foram os trinta primeiros minutos do Palmeiras. Mas quem dançou foi o Santos. No fim do primeiro tempo, até que as coisas se equilibraram, mas o gol no comecinho da etapa final acabou com as esperanças santistas.

Capitão: Edmílson entrou bem no time. Se encaixou rapidamente no esquema, já fez dois gols e foi uma contratação que nem precisou daquele mês extra para entrar em forma.

Diego Souza: Falta alguma coisa nele. É um jogador com bom físico e habilidade, mas parece que lhe falta uma chama, ou então esta chama só acende de vez em quando. Parece sofrer de alexismo.

Estrangeiro: Bolaños, a contratação mais badalada do Santos, ainda não estreou de verdade. Vem só fazendo alguns minutos no finalzinho dos jogos. Poderia entrar no lugar de Roni. Até aqui, o ex-atacante do Fluminense vem se revelando um clone piorado de Kléber Pereira. E para quê um clone se há o original? Parece que o lugar de Roni é a reserva de Kléber.

Falha: Pode-se dizer, com certa maldade, que Fábio Costa falhou nos três primeiros gols. No primeiro, não conseguiu mandar a bola para longe no cruzamento, no segundo não deveria ter levantado a perna feito uma bailarina de cancan, e no terceiro rebateu a bola para a frente. É claro que foram lances difíceis, mas é nos lances difíceis que se vê o bom goleiro. Nos fáceis, tanto faz.

Gol. O mais bonito foi o último, de Lenny, com passe inteligente e belo drible.

Hemoglobina. Se algum dia eu precisar de uma transfusão de sangue, vou pedir o de Armero. Que saúde tem o sujeito!

Impedimento: Keirrison estava impedido no terceiro gol palmeirense. Mas, na dúvida, que assistente levantaria a bandeira contra o time da casa e que estava jogando melhor? Só um muito bom.

Jéci: Seu nome deveria ser Jesse, com dois esses, como o de Jesse James. Os dois entram para matar.

K: A letra “K”, agora de volta ao nosso alfabeto, é sempre difícil de preencher nestas seções de “A a Z”. Mas com Keirrison fica fácil.

Lentidão. É o problema do Santos. Física e mentalmente o time está vagaroso. Ontem, segundo o Datafolha, trocou 304 passes, contra 218 do Palmeiras. Isto não quer dizer que o time tenha mais posso de bola, mas que não sabe o que fazer com ela.

Madson: É tão esforçado que mesmo numa goleada é poupado pela torcida.

Nove: É o número de gols que Keirrison fez no Santos em apenas três jogos. A torcida alvinegra está torcendo para que ele vá logo para o exterior.

Organização. Este ano o Palmeiras conseguiu ficar com cara de time muito rápido. No começo de fevereiro parece já ter um esquema de jogo definido e eficiente.

Profissão: Pierre poderia ser cirurgião. Seus desarmes têm precisão milimétrica, o cara tem bisturi nos pés.

Quelônios. Ordem de répteis anapsidas, como tartarugas, cágados, adaíltons e jabutis.

Recuperação: Lenny provavelmente frequentou a AAA. Não, não tem nada a ver com os Alcoólicos Anônimos, falo da Associação dos Artilheiros Azarados. Ele deve ter ido às reuniões e sua recuperação foi brilhante. Podia dar o endereço ao Roni.

Saudade. É o que a torcida santista deve ter sentido de Domingos, zagueiro um tanto tosco mas empenhado.

Tática. O Santos deveria ter usado a mesma tática que o salvou do rebaixamento: três volantes. Mas agora é fácil falar.

Uff... Quem teve menos fôlego, o veterano Léo ou o jovem Adriano? Voto em Adriano.

Vermelho: A torcida palmeirense reincorporou há algum tempo a cor usada na fundação do clube, quando o Palestra era tricolor e usava as cores da Itália. O Palmeiras poderia usar o vermelho em sua próxima terceira camisa, mas ela será azul.

Xavier: Uma bela descoberta. O passe do quarto gol, de primeira, mostrou uma velocidade de raciocínio espantosa.

Zê: O time do Palmeiras ataca em “I”, ou seja, reto, para a frente, de forma vertical. O do Santos, em “Z”, com a bola indo para lá e para cá, de um lado para outro. Com Léo e Élder Granja as coisas podem melhorar.

Que jogaço!






Nunca fui fã de algum dos esportes ditos norte-americanos. De uns meses pra cá estou começando a pegar gosto pelo futebol deles. É um puta jogo que sofre um preconceito imenso da mídia, sobre ser violento, maldoso, etc, etc...


Porém, esse ano pude ver mais uma vez (em 2009 na íntegra) o Super Bowl XLIII. Foi um jogaço. Que aliás, tinha tudo para ser uma sacolada do Pittsburgh Steelers.


Porém, as coisas começaram a se inverter no último quarto, com uma virada sensacional do Arizona Cardinals com um touchdown que virou a partida para 23 a 20 a 2m36s do fim do jogo. Foi do caralho esse jogo.


Só esqueceram de avisar ao quarterback dos Steelers, Ben Roethlisberger, que na pura frieza dos 35 segundos finais achou, com um passe espetacular sensacional, o wide receiver Santonio Holmes (que conquistou o título de MVP), conquistando o touchdown.


Um oceano de icebergs para o Arizona. Restava, pouco menos de 30 segundos para tentar alguma coisa. Em vão!


Os Steelers garantiram seu sexto troféu (1975, 1976, 1979, 1980, 2006 e 2009) e deixou para trás os Dallas Cowboys e San Francisco 49ers.


Agora o vício parece que pegou de vez...



Agora é esperar as finais da NBA.

Me vê um expresso forte, por favor!





Olá queridos, fiquei aqui pensando com meus botões: será que as minhas férias acabaram junto com as do Lenny?

O lindinho da vovó está acabando com os críticos em 2009. São boas partidas após boas partidas. E olha que o pupilo do tio Luxa esteve bem perto de ir parar longe do Palmeiras em 2009. O garoto, que havia na última terça-feira balançado pela primeira vez a rede alvi-verde,
parece ter renascido de algum centro de recuperação de futebol. Que fase do menino.


O velho Luxa parece que tomou carona na boa fase do Lenny, o velho Luxa parece que voltou em boa forma, disposto como um leão a procura da presa ou o Ronaldo a procura de travecos, ops! mulheres.


É maravihoso para os olhos da imensa torcida o que o Palmeiras está demonstrando de raça e motivação neste ano. Ao contrário de certos vagabundos de 2008...

O Expressinho chapa quente ganhou a segunda partida seguida - a 4º do Paulistão e a 5ª do ano - e deu uma boa gordurinha para quando o time "precisar" tropeçar.


O jogo que para muitos, e para essa pobre torcedora já estava com os dias contados teve reviravolta acima de reviravolta. A começar pelo belo gol da macaca que sempre costuma encher o saco ao Verdão e abrir as pernas para os bambis e gambás. Porém, Os Desacreditados resolveram entrar em ação. Evandro, Lenny e Max que triangularam em um belíssimo gol contra o Marília, viu os dois últimos participa
rem do gol de empate. E que gol! O jogo que continou truncado, enrolado no meio de campo e em faltas bobas virou o 1º tempo com o empate de 1x1.


Na volta do intervalo, já me deliciando uma bela tropeçada dos bambis que estavam apanhando do time do ex-pé-de-anjo, o time veio com gás todo e o craque Lennysteroy aproveitou numa falha medonha da zaga e fez o 2º que poderia dar mais tranquilidade se o pior jogador do time não fizesse besteira e entregasse de mão beijada o gol de empate ao time de Campinas. Jeci, eu acredito que qualquer, com muito suor e dedicação consegue desempanhar bem seu papel. Siga os passos do Lenny e dê um upgrade na sua carreira em 2009.


O jogo que voltava ao tromba-tromba do 1º tempo começou a ter reviravolta quando o tio Luxa, aquele que havia dormido no primeiro semestre, promove a entrada de mais garotos. E foi dair que o mundo conheceu Souza. Que força de vontade desse garoto em apenas alguns minutos. E essa deve ser a tona desse time que ao contrário da versão 2008 quer algo muito mais que receber seu salário em dia. O cabeça vermelha já entrou
metendo uma bola linda (agradeço ao David pela piada) para o Daniel Lovinho que se embaralhou com a marcação e perdeu uma boa chance de fazer o terceiro gol. Boa promessa...


Eis que o outro garoto, Deyvid Sacconi, que pode muito bem entrar no rol dos Desacreditados, partiu pra cima do horrível Marinho e sofreu penalty. No qual o menino da noite, Lenny, converteu com muito susto, fazendo seu hat-trick.


E assim, conseguimos de volta a liderança do campeonato pensando no jogo de volta contra o Potosi.


É uma questão de tempo até esse time conseguir honrar o que alguns malditos vagabundos de 2008 não conseguiram.

Ps.: Fotos by Terra